Homepage Mercado Eventos Segurança Iluminação Audiovisuais DigitalSignage Energia Infraestrutura IoT & Redes Controlo Agenda Directório Links Úteis


 
IoT & Redes   Lit San Leandro
Para ajudar a concretizar a promessa da Internet of Things, a cidade de San Leandro, Califórnia, está a impulsionar uma iniciativa que usaro seu loop de fibra ótica de 10 gigabits como alicerce para a optimização operacional de tudo desde luzes de rua e estacionamento a gestão inteligente de energia. 07-09-2017



Debbie Acosta, chefe de informações da área da baía, divulgou detalhes da iniciativa num painel da conferência Internet of Things World Conference. De acordo com Acosta, o trabalho fazia parte da evolução de San Leandro de um centro industrial para uma cidade moderna concebida sobre tecnologias IoT. O loop de fibra ótica da cidade, denominado "Lit San Leandro", está no núcleo da iniciativa. Em 2011, a cidade aprovou a construção da rede de fibra que cresceu até 18 milhas no seguimento de uma doação de 2,1 milhões de dólares da US Economic Development Administration.

Originalmente, o loop tinha sido destinado a ser um catalisador para atrair negócios e impulsionar o desenvolvimento económico, mas foi desde então desenvolvido como plataforma para algo muito maior.

“Penso que naquele momento estávamos a pensar no projeto em termos de infraestrutura, sem nos focarmos tanto no que realmente iríamos fazer com ele", disse Acosta. “Depois contrataram-me como CIO em 2013, e começámos a perceber que havia muito mais a ser feito com fibra ótica, e particularmente a ser feito no governo, que não tínhamos antecipado".

O primeiro projeto IoT da cidade foi anunciado em 2016. Usou o loop de fibra para conectar a cidade a dois sistemas automáticos de iluminação LED e irrigação com controlo remoto. Enquanto o sistema de irrigação ajuda a conservar água, a iluminação LED economizará um valor estimado de 8 milhões de dólares em custos de energia nos próximos 15 anos, reduzindo também as emissões de gases de estufa por centrais de energia poluentes.

Essts ganhos levaram a cidade a prosseguir com dois projetos de IoT adicionais. O primeiro é um piloto para desenvolver uma rede de energia distribuída monitorizada por sensores de IoT, e a segunda é a criação de um “masterplan” de fibra óptica que incorpora dispositivos e ferramentas para os serviços da cidade. O caminho para a IoT, disse Acosta, está em obter uma imagem mais clara do que funciona ou não.

"As tecnologias se Smart City e IoT são importantes porque nos vão permitir reunir dados sobre coisas que não poderíamos saber no passado e tomar melhores decisões por causa desses dados,” afirmou.

O projeto-piloto de Smart Energy foi financiado com uma doação de 1,5 milhões de dólares da California Energy Commission e, dependendo do seu sucesso, poderá vir a gerar mais 8 milhões num investimento subsequente do estado em 2018. A ideia é transformar San Leandro numa base de teste para um sistema de energia com capacidade para receber e fornecer energia entre dezenas - possivelmente centenas – de fontes. A cidade espera ter um sistema de energia que saiba utilizar energia gerada a partir de edifícios com telhados solares, contidos no armazenamento de bateria local, etc, e redistribuí-lo de forma mais eficiente.

A Lawrence Berkeley National Labs, a PG&E e a startup de dados de energia ZipPower são alguns dos grupos que participam no empreendimento.

"O objetivo é descobrir como escalar energia renovável e desenvolver comunidades avançadas de energia, porque estamos cansados de esperar que o mundo o descubra,” refere Acosta. "A CEC e a Comissão de Serviços Públicos da Califórnia estão a bordo, e a Califórnia quer fazê-lo agora".

Quanto ao seu masterplan de fibra, San Leandro está a considerar dois consultores que se candidataram às suas RFP de 60 mil dólares em abril. O documento pede orientação no projeto de uma estratégia de fibra que identifique as melhores oportunidades de expansão de fibra, monetização da sua rede, e como as tecnologias emergentes wireless e de IoT se podem enquadrar. Nos próximos dois anos, Acosta estimou que o transporte e a energia virão a verificar grandes ganhos com os avanços da fibra e IoT e, eventualmente, representarão uma parcela significativa dos serviços da cidade.





+ IoT & Redes
15-09-2017
Samsung aposta nos carros autónomos
15-09-2017
IoT melhora a eficiência dos cuidados de saúde
14-09-2017
Schneider Electric lança novas soluções Industry 4.0
08-09-2017
Volkswagen e IBM em parceria de mobilidade digital
01-09-2017
Solução de Smart Mobility testada em Milão
29-08-2017
Intel investe na Inteligência Artificial com Myriad X
28-08-2017
NEC desenvolve projeto de agricultura IoT em Portugal
+ Visitados
IoT & Redes
NEC desenvolve projeto de agricultura IoT em Portugal
IoT & Redes
Solução de Smart Mobility testada em Milão
Mercado
Gateway expande portfólio de segurança
Controlo
Altair e Candi lançam solução Smart Building
IoT & Redes
Segurança mantém-se o ponto fraco das Smart Cities
face Twitter rss
    Tópicos   Informações   Contatar   Siga-nos
  Mercado DigitalSignage Para subscrever Contato FaceBook
  Eventos Energia Para anunciar Contact Us Twitter
  Segurança Infraestrutura Privacidade Contacte Feed RSS
  Iluminação Redes Condições de utilização        
  Audiovisuais Controlo            
 
 

Copyright 2014 - 2107 MediaNext Professional Information - Todos os direitos reservados.

Outros Sites do Editor: IT Insight - IT Channel - O JornalDentistry